quinta-feira, dezembro 13, 2018

“Deus não morreu. Ele tornou-se Dinheiro”

Para entendermos o que está acontecendo, é preciso tomar ao pé da letra a ideia de Walter Benjamin, segundo o qual o capitalismo é, realmente, uma religião, e a mais feroz, implacável e irracional religião que jamais existiu, porque não conhece nem redenção nem trégua. Ela celebra um culto ininterrupto cuja liturgia é o trabalho e cujo objeto é o dinheiro. Deus não morreu, ele se tornou Dinheiro. O Banco – com os seus cinzentos funcionários e especialistas – assumiu o lugar da Igreja e dos seus padres e, governando o crédito (até mesmo o crédito dos Estados, que docilmente abdicaram de sua soberania), manipula e gere a fé – a escassa, incerta confiança – que o nosso tempo ainda traz consigo. Além disso, o fato de o capitalismo ser hoje uma religião, nada o mostra melhor do que o titulo de um grande jornal nacional (italiano) de alguns dias atrás: “salvar o euro a qualquer preço”. Isso mesmo, “salvar” é um termo religioso, mas o que significa “a qualquer preço”? Até ao preço de “sacrificar” vidas humanas? Só numa perspectiva religiosa (ou melhor, pseudo-religiosa) podem ser feitas afirmações tão evidentemente absurdas e desumanas.

quarta-feira, dezembro 12, 2018

O cantor e compositor Chico Buarque foi recebido, nesta terça-feira (11), pelo Papa Francisco. Na ocasião, também estavam presentes a advogada Carol Proner, o advogado argentino Roberto Carlés e a ativista e escritora italiana Grazia Tuzi. O grupo entregou ao santo padre um relatório de mil páginas com denúncias de processos do que chamam de “judicialização seletiva da política” na Argentina, no Equador e no Brasil.

“Não é exagero reconhecer que o ‘lawfare’ [uso da lei na disputa política] se transforma em um dos maiores perigos para a democracia no mundo e não apenas na América Latina”, diz o documento.

“Lula não é um homem, Lula é uma causa.” Haddad visitou ontem no Uruguai a casa de Pepe Mujica, que mandou um recado: #Lulalivre

PELA DEMOCRACIA
Encontros de parlamentares brasileiros e uruguaios da Frente Ampla local incluiu ato em defesa da democracia
https://www.redebrasilatual.com.br/…/haddad-e-mujica-se-enc…

Um tapete bordado de 100 metros de comprimento para que Lula "volte para os braços de seu povo"

O ministro da Educação de Lula, Fernando Haddad, fechou a noite lembrando que no mesmo dia em que comemoramos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, Jair Bolsonaro foi diplomado presidente. E que isso só aconteceu porque Lula foi impedido de participar das eleições: “Hoje, defender os direitos humanos é lembrar que neste dia Lula estaria sendo diplomado pela terceira vez presidente do Brasil”.
Bordadeiras do Coletivo Linhas do Horizonte de Minas Gerais e de São Paulo entregaram ao presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, um tapete bordado de 100 metros de comprimento para que Lula “volte para os braços de seu povo”.

sexta-feira, dezembro 07, 2018

QUEM VAI ASSUMIR, O GENERAL MOURÃO OU O JUIZ MORO?

Bastou um único dia e o rastro do dinheiro já chegou diretamente a Jair Bolsonaro, mudando a qualidade da crise aberta com a descoberta, nesta quinta (6). Ontem, soube-se que ao menos R$ 1,2 milhão havia trafegado em um ano pela conta do PM Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, com direito a um cheque de R$ 24 mil para a futura primeira-dama, Michelle (leia aqui). A movimentação refere-se unicamente a 2016. Pois veio à luz nesta sexta um fato gravíssimo do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf): o documento cita movimentações entre contas dele e de sua filha, Nathalia Melo de Queiroz. Ela é nada menos que ex-assessora do próprio Jair Bolsonaro. Há menção no relatório a um valor de R$ 84 mil em uma conta de Nathalia.

quarta-feira, dezembro 05, 2018

MAIS MÉDICOS VAI VIRAR "QUALQUER LIXO"?

Uma mensagem de áudio num grupo de Whatsapp do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) expôs toda a malandragem e o desespero daqueles que estiveram fortemente empenhados em demonstrar que a saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos não surtiria grandes solavancos.
A ideia de fazer crer que os médicos brasileiros não se furtariam ao dever, que não são os elitistas braços-curtos que a esquerda fala, que em uma semana tudo estaria resolvido, no entanto, acaba de ser desmascarada.
Uma funcionária (que o Conselho Federal de Medicina não quer revelar a identidade) escancarou a farsa da ‘imensa’ procura e ‘rápido preenchimento’ das vagas. Segundo ela, “Essa semana foi uma loucura, o ministério da Saúde está querendo dizer que resolveu tudo, não importa como”.
A inquietação com o “não importa como” se deu pois, ainda segundo a funcionária, as vagas estavam sendo preenchidas por “qualquer lixo” que se candidatasse.

VENDENDO A MÃE E O EMPREGO DE MILHARES DE BRASILEIROS

O Brasil está prestes a cometer uma verdadeira tragédia comercial e trabalhista, na avaliação do Ministério Público do Trabalho (MPT), que está movendo uma ação civil pública para exigir que o contrato de incorporação da parte comercial da Embraer pela Boeing contenha dispositivos de proteção aos empregos no país, e que a produção de aeronaves não seja remetida para o exterior.
“O MPT não está dizendo que não pode ocorrer [a transação], mas em ocorrendo, que Embraer e Boeing assumam a obrigação, sob pena de multa, de não transferir para o exterior as atividades produtivas”, explicou o procurador do trabalho, Rafael de Araújo Gomes, ao GGN.
Ao contrário do que vem sendo anunciado, o MPT avalia que o negócio não tem contornos de uma "joint venture", modelo de empresa temporária e que, em tese, mantém a identidade das partes jurídicas na parceria comercial.
A nova empresa será administrada exclusivamente pela Boeing, sem interferência da Embraer na gestão, abrindo espaço para a transferência de toda a atividade produtiva e geração tecnológica para os Estados Unidos. Na prática, mais de 26 mil empregos estão em risco.

domingo, dezembro 02, 2018

Sem esfera pública, debate ou representação (essências da Política e da Democracia), Bolsonaro conseguiu que seus “eleitores” assinassem um cheque em branco. Sem a representação, Bolsonaro se apresentou como um avatar, disponível 24 horas, em tempo real, nas redes sociais. Enquanto a grande mídia construiu uma paródia de esfera pública com a polarização em torno de uma pauta congelada na corrupção e nas questões culturais e costumes. Tática diversionista que ainda a mídia corporativa dá continuidade após as eleições: meganhagem da Justiça ao vivo na TV (a prisão em rede nacional do governador do Estado do Rio Luiz Fernando Pezão na tela do "Bom Dia Brasil" da Globo, p. ex.) e as “polêmicas” em torno do “Escola Sem Partido” e suposto “marxismo cultural” nas escolas. Dessa maneira, grande mídia e Internet continuam escondendo o saco de maldades das medidas neoliberais do receituário do novo governo para o próximo ano – sucateamentos, desconstruções, desmontagens, destruições e privatizações. Tudo colocado fora de qualquer debate, para mais à frente ser, aí sim, apresentados como fatos consumados. LEITURA IMPORTANTE

Cinema Secreto: Cinegnose: Alarme do Ciberespaço! Tempo Real destruirá a Demo...: Einstein teria falado sobre a “segunda bomba”:  A bomba eletrônica, depois da atômica. Uma bomba na qual o que o tempo real é para a info...

segunda-feira, novembro 26, 2018

Caminho aberto para proscrever o PT - Quando um regime autoritário interdita as vias institucionais o que acontece? A história é uma professora malvada...

É prática de regimes de exceção atribuírem a inimigos a responsabilidade por crimes genéricos, sem provas, para condená-los, execrá-los e exterminá-los.
No vale-tudo do direito penal do inimigo, vale inclusive aplicar a Lei para surtir efeitos retroativos sobre fatos ocorridos antes mesmo da Lei existir, como fez o juiz Vallisney.
É gravíssimo alguém ser tornado réu em processo judicial sem sequer ter sido ouvido e exercido o elementar direito de defesa – como foi o caso, pelo menos, da Presidente Dilma.
O período abarcado pela ação, "desde meados de 2002 até 12 de maio de 2016", não foi eleito por acaso: abrange o período dos governos petistas e, por isso, é funcional à narrativa criminalizadora daquele que foi o maior período de conquistas civilizatórias, de direitos sociais e afirmação da soberania nacional como nunca antes o Brasil havia experimentado.
Como não conseguem combater o PT com as armas da política e da democracia, adotam expedientes baixos, sujos, por meio de práticas ilícitas e arbitrariedades de segmentos fascistizados do MP, do PF e do judiciário.

Sobre este site
brasil247.com
"A violência contra o PT afronta o Estado de Direito e representa um…

ELE SABE COMO ACABOU Mussolini?


FASCISTAS MOSTRAM AS GARRAS ANTES MESMO DE TOMAREM POSSE DE SEUS CARGOS
Lembram daquele homem que quebrou a placa de rua em homenagem à vereadora Marielle Franc
o? Pois é, ele é Daniel Silveira, eleito neste ano deputado federal pelo partido de Bolsonaro, o PSL.
Silveira nem tomou posse, mas que já fala e faz absurdos antidemocráticos como se tivesse a imunidade de um parlamentar.
Desta vez, ele entrou no Colégio Estadual Dom Pedro II, em Petrópolis (RJ), e depois gravou vídeo com ameaças contra a diretora da escola neste sábado (24).

Leia: https://www.sul21.com.br/…/antes-da-posse-deputado-que-qu…/…

[Silvio Almeida: racismo é também a omissão e a indiferença] O jurista e professor, Silvio Luiz de Almeida foi o convidado do programa Entre Vistas desta semana e falou sobre a falta de amparo que o negro tem da polícia e do judiciário.

sábado, novembro 24, 2018